A Iniciativa Incluir

Inspirando, informando e incentivando o ecossistema de negócios inclusivos no Brasil

Como parte de seu mandato, o PNUD busca envolver o setor privado de forma construtiva para apoiar os esforços globais e locais para reduzir a pobreza e tornar o desenvolvimento mais inclusivo. Entre os esforços para promover soluções empresariais que incluem as pessoas de menor renda no seu modelo de negócio, o PNUD Brasil lançou em 2015 a Iniciativa Incluir, com o lançamento do relatório “Mercados Inclusivos no Brasil: desafios e oportunidades do ecossistema de negócios”.

Com foco na inovação em negócios, a Iniciaitva Incluir visa:

 

 

Através da Iniciativa Incluir, o PNUD reconhece que o verdadeiro poder do setor privado vai muito além da Filantropia e da Responsabilidade Social; e que as empresas podem desenvolver soluções sustentáveis, inclusivas e economicamente viáveis a favor das comunidades onde atuam. A iniciativa também permite ao PNUD incrementar o conhecimento dos modelos de negócios e práticas brasileiras para acelerar a troca de conhecimento e a cooperação entre países em desenvolvimento – Cooperação Sul-Sul – com o objetivo de expandir a inovação a favor de impactos socioambientais positivos em outros países.

Assim, a Iniciativa Incluir forma uma rede de diálogo e de troca de conhecimentos para que as empresas, associações empresariais e formuladores de políticas públicas conheçam experiências corporativas de sucesso e articulem sua prática para estimular e promover negócios inclusivos e sociais. 

 

Parceiros no Brasil

 

                           

 

PNUD & Setor Privado

 

A ONU e o PNUD global têm vasta contribuição intelectual neste tema e um conjunto de iniciativas globais para estimular a implementação de modelos de negócios inclusivos. A Iniciativa Incluir, a plataforma Business Call to Action (BCtA), o Growing Inclusive Markets (GIM), o Istanbul International Center for Private Sector in Development (IICPSD) e o Pacto Global são alguns exemplos de parceria multistakeholder das Nações Unidas para incentivar o setor privado a desenvolver modelos de negócio inovadores que criam benefícios econômicos, respondendo às necessidades e aos desafios da sociedade. Além disso, o PNUD e o World Bank Group são responsáveis por desenvolver os parâ- metros de negócios inclusivos para o G20.

 

                                              

 

 

 

 

 

 


Tag's: BCTA Negócios Inclusivos GIM Pacto Global UNDP Global Compact Mercados Inclusivos